Ainda sem título - parte 3

Se achar difícil entender a história só lendo esse trecho, leia a parte 1 e a parte 2, postadas anteriormente aqui no blog.
ambulância efeito vintage

— Apollo, nãããooo!
Ele enfim conseguiu o que queria, escapou e correu para a outra calçada, e imediatamente Liza atravessou a rua atrás do cachorro. Não ouviu buzina, não ouviu o grito assustado da senhora sentada na varanda, não ouviu o barulho do seu corpo caindo no chão depois de rolar sobre o capô do carro.

— Mas você estava muito rápido!
— Não adianta nada a senhora me culpar, eu estava dentro do limite.
— Mas isso aqui é uma avenida cheia de crianças, você tem que andar mais devagar – a senhora havia saído de sua varanda cheia de folhas secas e agora tentava culpar o motorista pelo acidente.
— Ela atravessou a rua correndo, não tive tempo de parar o carro!
— Fiquem quietos vocês dois! Não consigo ligar para a ambulância, ninguém atende. Alguém sabe quem são os pais dela? Ai Jesus, alguém ligue para a ambulância, ela não acorda!
Liza escutava tudo, mas ainda não havia aberto os olhos. A esposa do motorista aparentava desespero, tremia e comentava toda hora a respeito do sangue. Enquanto a senhora da varanda insultava o homem, ele tentava prestar alguma ajuda da maneira que podia. Liza abriu os olhos.
— Ela está acordada, você esta bem flor? Quem são seus pais? Você está bem?
A moça tinha voz de choro, parecia ser mais nova do que o homem e também muito mais preocupada. Tinha os cabelos loiros e olhos verdes apressados, arregalados, que a fixavam repetindo a mesma pergunta que aos poucos foi ficando mais nítida.
— Você está bem? Flor, a ambulância já está vindo, você pode me dizer quem são seus pais para avisá-los?
— Eu moro no outro quarteirão, meu pai é o Antônio, o dono do mercado – falava com a voz rouca, como se tivesse algo enroscado na garganta e sentia a perna direita doer.
Que mercado? Jonas, você sabe quem é Antônio, dono do mercado? – dirigia-se agora ao marido, que segurava o celular ao ouvido andando de um lado para outro impaciente.
— Não conheço, estou tentando ligar para a ambulância de novo... Nunca vi demorar desse jeito.
— Vou ao mercado ver se encontro alguém lá – disse um rapaz esquisito que havia aparecido há poucos minutos para ver o que acontecia.
Não só o rapaz esquisito havia aparecido, mas outras quatro pessoas. Todas quietas, às vezes fazendo perguntas, outras vezes murmurando pedidos a Deus. Uma mulher gorda e desengonçada insistia com seus palpites e opiniões:
— Vocês dois devem tirar ela daí, vão deixar a mocinha no chão?
— Quando acontece algum acidente, não é certo mover a vítima, dona. A ambulância já esta vindo – disse Jonas, mais calmo.
— Mas ela está bem, só machucou a perna e tem alguns ralados! Tem um chá da minha tia que ajuda a cicatrizar essas coisas, o médico só vai assustar a menina e...
— A ambulância chegou. Pronto – a senhora que assistira o acidente interrompeu a mulher na hora certa.
Liza virou a cabeça para o lado e viu Apollo deitado sobre as patas dianteiras amarrado pela coleira em uma árvore. Ele tinha a expressão triste, com um ar desconfiado de quem não entende o que estava acontecendo. Mas ele entendia, Liza sabia que ele entendia. A perna doía, mas ela não queria inclinar-se para ver, tinha medo de encontrar algum machucado horrível que a fizesse desmaiar de novo. Fechou os olhos por alguns segundos, e abriu-os quando ouviu uma voz estranha chamar seu nome. Era o homem da ambulância, que inclinado tampava o sol do rosto dela.
Fechou os olhos novamente, mas só foi abri-los no hospital.

Atendi as opiniões e continuarei postando, como agora iniciam os diálogos e a história começa a ser traçada, acho que pra alguns vai ser fundamental ler ou reler as partes anteriores, por isso pretendo postar mais um ou dois trechos e continuar escrevendo sem mostrar aqui no blog, pra não ficar algo cansativo. Assim, quando eu terminar, dou um jeito de criar um e-book, pra quem quiser ler, baixar. Que tal? Preciso de sugestões, opiniões e críticas. Então aceito todas com muito prazer.



21 comentários:

  1. Não poderia apostar que ela seria atropelada, você tem criatividade . Espero ansiosamente a próxima parte .

    meus-pensamentos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, nunca pensava que escreveria algo do tipo, mas aconteceu! Obrigada. *-*

      Excluir
  2. Está ficando muito bom, Juliana! Sério mesmo, estou adorando. Espero ver a continuação em breve.
    Beijinhos

    hiperbolismos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi amora tudo bem com vc????
    Passando pra conhecer o seu cantinho...
    amei e voltarei mais vezes *______*
    Postei o esmalte da semana bora conferir????
    Bjus gatona e espero que vc tenha um ótimo final
    de semana <3

    www.thaizzeutida.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Amei seu blog, super lindo!
    Gostei demais da sua história, mas acho que terei que ler os capítulos anteriores! rsrs
    Com certeza voltarei mais vezes aqui! Já estou seguindo!

    Beijão, um ótimo ano novo!
    Pri
    http://obaudehistorias-p.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor! Fico feliz em saber que gostou da história e do meu blog.

      Excluir
  5. Web novela? E ainda sem nome? :O
    Acho que peguei o bonde andando...a moça já foi atropelada...
    ~Emilie Escreve~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é uma web novela, é uma história que eu escrevo.
      No começo do post estão os links das partes anteriores, e antes de comentar agradeceria se você lesse o post completo.

      Excluir
  6. Hey~ Seu é muito bonito ♥ por isso resolvi te convidar a participar no Blog Destaque lá no meu, oque você acha? Se tiver interesse dá uma passadinha rapida lá no meu blog para saber como aparecer lá ^^ mas se não tiver interesse então desculpa o incomodo, tenha uma Boa Semana!

    http://himi-tsu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou ver como funciona flor! Agradeço pelo convite. :D

      Excluir
  7. Adorei o texto! Você escreve muito bem! Continue escrevendo! =)
    Lindo seu blog, viu? Um pouco de várias coisas, moda, leituras, textos...e tudo com muito bom gosto! Curti, estou seguindo e favoitei! ;)

    Obrigada por visitar meu blog.
    Beijos.
    http://navirj.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Li esta parte mas vou ter que ler as outras 2 para acompanhar a história. Prometo voltar e fazer esta leitura. PAssei para agradecer a visita em meu blog, seja sempre bem vinda.

    Excelente 2013 para você.
    Beijos
    Pâmela Rodrigues
    Blog: Liste & Realize
    Página no Facebook

    ResponderExcluir
  9. Que lindo seu blog!
    Muito guti-guti!
    Tô seguindo.
    Bjux!

    apequenaquele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Ameeeeeeeeeei o seu blog e vou seguir de volta! Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Muito boa a historia, li as outras partes e gostei muuuito, escreves bem! beijinhoos e seguindo seu blog! Um ótimo ano novo pra vc!

    ResponderExcluir
  12. Estou gostando muito!


    Beijinhos, beijinhos!
    Tamiris Bockmann!

    ResponderExcluir