Ainda sem título



E a primeira coisa que fez foi abrir a janela. A segunda, pensar: "está um lindo dia para sorrir".
Então sorriu.
Talvez aquele fosse o sorriso mais falso que alguém pudesse dar, já que com tudo o que ela estava passando ninguém esperaria um sorriso à toa assim, mas não, aquele foi um sorriso convincente e firme. Daqueles que mostram todos os dentes, que mostram uma alma que chora, mas que não se deixa cair. Eram exatas nove horas, um sábado, mais um dia. O quarto estava vazio, não um vazio sem gente ou sem móveis, tudo estava exatamente lá, em seus respectivos lugares, mas o vazio era dentro. "Aquele vazio que as pessoas costumam sentir quando deixam algo para trás", pensou.
Liza não havia deixado nada para trás. Ela que havia sido deixada.
Soprava um vento fresco, pouco frio, do jeito que ela gostava. E pouco sol, porque não um passeio? Como pedir a companhia de alguém naquela casa era desperdício de tempo, decidiu amarrar Apollo na coleira e dar uma volta pelo bairro. Mal se arrumou direito, só trocou as roupas de dormir por algo que cobrisse mais a pele, uma blusa de frio fina um pouco velha e calça jeans, a mesma sapatilha verde de sempre e com uma das pontas da coleira na mão e na outra o desesperado cachorro, abriu o portão e saiu.
Mal sabia que o passeio não seria tão agradável quanto nos planos, e como já dizia sua amiga Anna, quando a gente sai na rua já está sujeito a más experiências. Foi algo mais ou menos assim que aconteceu. Era um lindo dia para sorrir, e ela havia sorrido. “Mas por que não um dia lindo para se apaixonar?” pensou.

Mas o que tem de especial nesse texto, Jul? Bom, esse é o começo de uma história que venho escrevendo aos poucos, quando me sobra um tempo e uma criatividade. Resolvi postar para saber a opinião sincera de quem ler, se meu modo de escrever cansa ou se está bom, se devo mudar alguma coisa, se devo deixar os detalhes de lado, enfim, estou insegura e queria um apoio verdadeiro e alguém que não tenha medo de criticar.



29 comentários:

  1. sinceramente , quero ver o resto dessa história :) amei amei amei , por favor continue ! beijos

    http://docesesensacoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente? Tudo é mais baseado no que você quer. Quer algo detalhado, a risca ou algo mais simples de fácil compreensão? Embora eu seja detalhista, gostei do jeito que está. Para mim, quanto mais fácil a leitura, mais me interesso. Claro que os detalhes nunca podem faltar, talvez mais sobre o ambiente onde está. Mas gostei. Parabéns, vai dar uma bela história!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei muito nisso, acho que vou continuar como estou, uma leitura fácil. E como sugeriu, vou investir mais nos detalhes do ambiente, quem sabe haha :D
      obrigada!

      Excluir
  3. Sabe de uma coisa? Eu adorei mas não entendi muito bem com quem ela mora... Ótima introdução e vou ficar esperando o final!
    Beijos.

    famaandmoda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na continuação do texto, dá pra entender com quem ela mora, kkkk. É meu jeito de escrever, detesto entregar tudo já no começo, vou jogando as informações conforme os fatos acontecem...
      que bom que gostou *-*

      Excluir

  4. Olá !!!
    Passando pra avisar que o meu blog mudou de endereço,
    agora é http://avidadeuniversitaria.wordpress.com/
    Se poderia curtir/seguir o meu blog novamente???
    Estamos com vagas para Blogroll abertas!!
    É só mandar um comentario avisando da participação!
    Desde já agradeço!
    Beijoss
    Anne

    ResponderExcluir
  5. Não fique insegura. Achei o texto lindo e os detalhes são importante para o leitor identificar o que o escritor está pensando!
    você está indo para o caminho certo
    kisses

    ResponderExcluir
  6. Ju ja pode escrever um livro.
    Nossa você é muito boa para escrever.

    Muito bom a coerência do texto.

    mega beijo
    Aêssa Caroline Hoehne:
    simplesevaidosa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha, quem me dera escrever um livro *-*
      meu sonho, mas nao escrevo bem assim :S

      Excluir
  7. Eu gostei muito!Consegui visualizar tudo do modo como você narrou. Só achei essa parte meio solta, acho que precisa amarra melhor a parte do pensamento:

    Eram exatas nove horas, um sábado, mais um dia. O quarto estava vazio, não um vazio sem gente ou sem móveis, tudo estava exatamente lá, em seus respectivos lugares, mas o vazio era dentro. "Aquele vazio que as pessoas costumam sentir quando deixam algo para trás", pensou.


    Estou querendo fazer umas mudanças lá no blog!Tem uma pesquisa, ficaria super feliz se você respondesse!Também quero sua opinião sincera lá!!!

    Obrigada!

    Beijinhos, beijinhos!
    Tamiris Bockmann!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não entendi muito bem o que você quis dizer D:
      muito solto como? você prefere um texto mais objetivo, como por exemplo:

      ... o vazio era dentro. Ela pensou: "Aquele vazio..."

      to meio confusa kkkkk
      beijoo

      Excluir
  8. Ju, de verdade mesmo.
    Tem textos que a gente começa a ler e cansa, enjoa, até se irrita...seja pelo texto mal escrito, seja pela história piegas...Mas o seu eu li e fiquei com vontade de quero mais, sabe?

    Continue escrevendo!

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aaawn, obrigada linda *-*
      vou continuar sim

      Excluir
  9. Quero maaaaais!
    Parabéns pelo talento!
    Beijos!!

    http://blogfashion4fun.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Super texto heim linda! Arrasa sempre mesmo! Escreve um livro e autografa para mim? rsrs

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não vou esquecer disso!
      meu sonho é escrever um livro, se um dia eu realizá-lo, te mando por sedex kkkk

      Excluir
  11. Achei muito bom seu texto, bem gostoso de ler!
    Parabéns
    Beijos, Emy!
    emelynramona.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Você escreve muito bem *-* Gostei da história e a forma como você escreve não é nada cansativa, eu gostei! Vou querer ler mais sobre essa história. Tenta completar ela e postar em um site de fanfic.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *-* obrigaaada
      vou tentar terminar logo kkk

      Excluir
  13. Adorei o texto, a forma como vc escreve é gostosa de ler, não fica cansativo e eu gosto quando o texto é detalhado assim, ajuda na visualização da história. Deu vontade de ler mais!
    Bjos
    www.deliriofashionista.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigaada! acho que vou continuar assim entao *-*

      Excluir
  14. Gostei!
    Vou ler os outros!!!
    fiquei curiosa o que irá acontecer com ela.. rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena que ainda não terminei a história! :/

      Excluir
  15. jul,eu to querendo fazer um blog mais eu n sei o titulo... tipo n quero fazer nada especifico sabe?
    queria nele falar sobre várias coisas moda, música e etc. Tipo tudo. Tu tem alguma sugestão pra mim? Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, entendi. Acho que nesse caso é melhor colocar um nome que tenha a ver com você, não necessariamente com o blog.
      Já viu as dicas que dei sobre nomes de blogs? http://www.quaseatoa.com/2013/02/e-o-nome-do-blog-veja-dicas-de-como.html

      Excluir